sexta-feira, 22 de agosto de 2014

quinta-feira, 25 de março de 2010

Canais de energia

O corpo físico é moldado de acordo com o padrão do corpo energético. Se o corpo energético está defeituoso, o corpo físico ficará defeituoso também.
Alguns detalhes são importantes, tais com:
- a filosofia SÂMKHYA( enumerar todos os aspectos da existência, do mais sutil ao mais denso, pela densificação da energia)- escola anterior ao Yoga: Sâmkhya é uma teoria, yoga é a prática e elas se complementam.
- as NADÍS (canais de energia)
- a KUNDALINI (energia divina adormecida na base da coluna)
- os SHAPTAKAYA (os sete corpos)
- os GRANTHI(nós nos shumna nadí)
- os GUNAS (qualidades que regem a criação do universo)
- os CHAKRAS (centros de transformação de energia )
- o MANAS (mente racional) a BUDDHI (mente superior).
Pranayama ajuda a limpeza das Nadí (condutores de energia) sutilmente, ajudando a energia doente se expelida pelos raios da saúde, respiração e pelos poros, purificando o corpo físico.
Assim como colocamos fogo em um pedaço de madeira ou aquecemos a água que ferve e evapora, modificamos seus estados de mais densos para mais sutis, vamos utilizar técnicas que nos ajudam a ir do mais denso ao mais sutil para que nossas 72.000 nadis sejam purificadas.

Essa rede de canais de energia se dividem em dois grupos:
- PRANAVAHA NADÍ : condutores de energia ou força pranica.
- MANOVAHA NADÍ: condutores de energia mental.

É o controle dessas duas redes de energia que possibilita o sucesso na prática de pranayama e como conseqüência uma melhora surpreendente no seu nível de energia.
Dos 72.000 nadí, os 3 que possuem um papel muito importante ficam na coluna lembrando duas serpentes entrelaçadas na coluna, semelhante ao número oito, como o caduceu de mercúrio, insígnia que os médicos usam devido a épocas antigas que os médicos eram grandes iniciados, sacerdotes dos templos de “mistérios” e conheciam o significado do símbolo: A vara representa a coluna vertebral, as duas serpentes que rodeiam a vara são os canais direito e esquerdo, Pingala e Ida, a esfera que fica na ponta da vara representa a glândula pineal e as asas são as chamas quando a kundalini sobe pela medula.

 SUSHUMNA NADÍ – canal de energia “canalis centralis” que se localiza no interior da medula espinhal, no interior da coluna vertebral onde temos um cordão de massa cinzenta e branca composta de inúmeras células nervosas, é pelo nadí sushumna desde a base da coluna até a cabeça que se eleva a energia denominada Kundaliní. E é por ele que estão ligados nossos 7 chakras principais. Tem a cor branca, de natureza espiritual e é por ele que a energia espiritual se irradia pelos nervos. Quem ainda não atingiu o equilíbrio ora predomina o físico ora intelectual, mas quem atingiu o equilíbrio nenhuma é dominante – não é masculino, nem feminino, a energia corre harmoniosamente equilibrada, tornando um ser espiritual.
 IDA NADÍ – canal de energia que nasce da narina esquerda, desce circulando os chakras terminando na mulher no ovário direito e no homem no testículo direito. Reflete nossos aspectos racionais, física, passiva, feminina, frio e lunar, representada pela cor azul.
 PINGALA NADÍ – canal de energia que nasce acima da na narina direita, próximo ao Ajana - chakra frontal, desce circulando os chakras, terminando na mulher no ovário esquerdo e no homem no testículo esquerdo – agressiva, masculina, quente e solar, de natureza mental, representada pela cor que varia do rosa, pink ao vermelho.
Algumas escrituras colocam que na mulher , Ida e Pingala estão em posições invertidas em relação ao homem.
Pelo Ida e Pingala sobem átomos lunares e solares de nossa energia seminal.
Ida e Pingala se reunem com o Sushumna no chakra Muladhara (raiz) recebendo no encontro o nome de MUKTA TRIBENI, depois elas se encontram novamente no chakra Anahata (cardíaco) e novamente no chakra Ajna (terceiro olho).
No esoterismo cristão Pingala e Ida são conhecidos como as duas oliveiras que estão diante do Senhor de toda a Terra (Zacarias, cap IV) .
Estes dois Nadí são semi-etéricos, correspondendo no corpo físico aos dois cordões do sistema nervoso simpático.

Corpo Mental

Outra finalidade importante do pranayama é controlar as flutuações do pensamento. Cada vez que pensamos colocamos em movimento matéria mental. A mente pode intencionalmente ou não, influenciar o padrão do corpo de energia. A mente positiva constrói e a mente negativa destrói. Um pensamento pode provoca vibrações no astral, afetando a matéria etérica, produzindo vibrações, agindo sobre o plano físico e as pessoas. Pessoas com conhecimento esotérico incentivam mulheres grávidas a ouvir musicas harmoniosas, ver coisas belas, pensar positivamente e evitar chateações para não afetarem os bebês.
O Pranayama também tem uma atuação extremamente benéfica no corpo emocional, corpo que aloja nossas emoções e desejos. Emoções e sentimentos descontrolados e reprimidos, como irritação, raiva, preocupação, frustrações prolongadas exercem terríveis efeitos sobre o corpo bioplsmático, pois tiram a vitalidade deixando o corpo suscetível a doenças no corpo físico.É como um sistema telegráfico, que emite sinais do plano sutil para o plano físico e material.
Respiração insuficiente, pouca ingestão de água, desnutrição, poluentes, toxinas, falta de exercício físico são um dos fatores que ajudam a bloquear os meridianos, causando depleção e congestão de ki, mau funcionamento dos chakras e outros distúrbios.
Como exemplo uma pessoa que guarde raiva dentro de si, causando congestão de ki ao redor do chakra do plexo solar, com o tempo essa congestão também acontece no chakra cardíaco ela provavelmente terá problemas no coração.

Aura ou Campo energético

Pranayama possui um efeito poderoso sobre a fisiologia e o sistema respiratório. A prática do pranayama aumenta de 3 a 5 vezes o tamanho da aura (corpo energético) – que interpenetra o corpo físico e se estende numa pessoa normal de 10 a 15cm além dele. Da superfície do corpo físico, perpendicularmente, projetam-se raios bioplasmáticos, que chamamos de raios da saúde, que interpenetram a aura interna. Os raios da saúde e a aura da saúde têm uma largura mais ou menos de 60 a 90cm, seguindo o contorno do corpo visível e age como um campo de força protetor contra germes e energias doentes, principalmente energias sutis, como aquelas conhecidas como “carga negativa” (inveja, olho grande, raiva, etc). Se o corpo enfraquece, os raios curvam-se e ficam parcialmente emaranhados, como um cabelo que fica embolado depois de se andar de moto com o cabelo solto e o prana não flui livremente na área afetada. A aura interna da região afetada reduz cerca de 5cm.
Agora como tudo na vida precisa de dose certa temos que ficar atento com o excesso de combustível que colocamos no nosso corpo energético, da mesma forma que devemos ficar atentos com o excesso de comida que consumimos e usamos como combustível para o nosso corpo físico. Outro exemplo fácil de entender é quando carregamos uma bateria de um lap top por tempo demais estraga o aparelho, excesso de prana também pode causar doenças: isso chamamos de congestão prânica; a aura da área afetada pode se projetar mais de 18cm.

Além da aura da saúde temos aura externa, que interpenetra a aura da saúde e a aura interna e se projeta mais de 1m além do corpo físico visível, geralmente multicolorida com a forma de um ovo invertido.
Pessoas doentes apresentam buracos na aura externa, que é por onde o prana escoa e se perde. Por isso podemos dizer que a aura externa é um campo de força que detém ou impede o vazamento da energia prânica, como um invólucro para as energias sutis.
A dimensão dos chakras, da aura interna, dos raios da saúde, da aura externa pode aumentar consideravelmente.

Chakras

Há sete chakras principais pelo corpo humano. Esses chakras ou vórtices de energias funcionam como hélices de ventilador, que giram movimentando a energia, como uma água que forma um pequeno redemoinho na pia antes de descer pelo ralo, esses vórtices formam um redemoinho e fazem descer a energia que está localizada fora do corpo para dentro do corpo humano. Além disso, esses chakras se conectam ao principais chakras do planeta terra, onde existem 7 templos sagrados no mundo astral que nos ligam as energias cósmicas.

Além desses principais existem chakras secundários, que dependem dos sete principais – só na cabeça existem mais de 10.000 chakras menores, outros nas mãos, pés e tronco. Cada chakra tem uma função específica que deve ser ativada. Os chakras podem estar funcionando em diferentes graus, e podem estar bloqueados. Quando todos eles começarem a funcionar completamente essas energias sutis ativam nossa energiae o nosso corpo passa a funcionar em harmonia e equilíbrio.Da mesma forma que a alimentação é o combustível para nosso corpo humano, a energia sutil é o combustível do nosso corpo astral. Uma das formas de colocar combustível no corpo astral é praticando o pranayama.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

O significado do sânscrito pranayama é expansão da energia vital, etimologicamente, domínio sobre o prana, que, segundo a anatomia yogi, passa por “tubos”(nadi) - passa no nosso corpo de energia sutil, aquele que contorna nosso corpo físico e que é visível apenas para os sensitivos, o duplo etérico (ou corpo bioplasmático: Bio = vida + plasma: quarto estado de matéria, depois do sólido, líquido e gasoso). Plasma é gás ionizado ou gás carregado de partículas positivas e negativas. Esse plasma não é o mesmo que o plasma sangüíneo; corpo bioplasmático significa corpo de energia viva composto de matéria sutil invisível ou matéria etérica - possuímos canais de energia, Nadí, que são condutores energéticos em nosso corpo etérico que possuem a aparência de veias energéticas como um gás néon, do mesmo modo que o corpo visível tem vasos sangüíneos. O corpo humano é constituído por uma rede muito complexa que alguns dizem ser de 72.000 nadi outros dizem chegar a 550.000. Os condutos “nervosos” mais importantes são: Sushumna, Ida, Pingala, Gandhara, Hastajihva, Kuku, Sarasvati, Pusha, Sankini, Payaswini, Varuni, Alambhusha, Vishvodhara, Yasasvini. E o mais importante são Sushumna, Ida e Pingala e o mais importante de todos é o Sushumna, que por incrível que pareça é um canal “oco” , que os gregos chamavam de SPIEREMA. Mas não é porque ele é oco, que é sem importância. No finalzinho do Spierema está o que os iogues chamam de "Lótus da Kundalini.", esse ponto onde é a sua base é conhecido como Chakra Muladhara. Ah, você não sabe o que é chakra??? Então vamos entender direitinho o que são os chakras...

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Mas “O QUE É PRANAYAMA?”

Ayama = expansão - expansão da energia vital.


É uma respiração básica. Pois, enquanto a respiração for irregular a mente ficará instável, sem uma linha objetiva no seu raciocínio. Você já percebeu quantas vezes você está pensando em algo muito importante e sem mais nem menos entram um monte de bobagens na cabeça? Exemplo: Você está preparando um e-mail para um cliente ou um chefe e do nada entra na sua cabeça ‘ Hum, tenho que ir no supermercado hoje sem falta porque acabou o açúcar, o leite, o pão... “ e quando você perceber estará fazendo a lista completa do supermercado na sua cabeça e esqueceu totalmente do email que estava escrevendo, perdendo o foco, perdendo a linha de raciocínio.

Por isso é tão importante estabilizar a mente e , para conseguir a estabilidade deve-se controlar a respiração praticando pranayama. A boa respiração deve ser Nasal! Quando respiramos pela boca a alimentação de ar é insuficiente, além de sermos mais sujeitos às infecções por germes do ar. O nariz é um filtro contra poeiras, graças à ação bactericida de seu muco; é também um radiador natural que aquece o ar frio do inverno antes de chegar aos pulmões.

A respiração se faz mais forte por uma narina do que por outra, variando o lado de duas em duas horas: durante 2hs a narina direita funciona mais fracamente do que a esquerda, duas horas depois muda. As pessoas que sofrem de nariz entupido de um dos lados gozam de menos saúde. A narina esquerda é a que mais freqüentemente funciona mal, por onde se faz a respiração da corrente “Tha”, negativa. Um dos principais sintomas do envelhecimento é a insuficiência de ionização negativa.

E você já percebeu quando você respira mais forte por uma narina do que pela outra?

Não? Então faça um teste hoje e ao longo do dia pare alguns instantes para observar e você ficará surpreso como isso sempre aconteceu e você nunca percebeu.

 

vitalidade

prana

ki

chi

chakra
ida
pingala